Seleção Feminina de Rugby termina primeiro dia do Rio Sevens com 100% de aproveitamento

By
Updated: fevereiro 24, 2013

11

Rio de Janeiro (RJ) – Sob um calor de 31 graus, teve início neste sábado (23), no Estádio do Flamengo, na Gávea, o Rio Sevens – Campeonato Sul-Americano de Rugby. A seleção brasileira feminina, octacampeã continental, está com 100% de aproveitamento, após derrotar Peru, Argentina e Chile. Já a equipe masculina do Brasil começou o torneio vencendo Guatemala e Venezuela, mas caiu diante do Uruguai, atual campeão continental. No domingo (24), as equipes voltam a campo para disputa da fase decisiva, onde serão conhecidos os campeões da temporada 2012, bem como os representantes da América do Sul na Copa do Mundo de Rugby Sevens, marcada para junho na Rússia. Apenas o campeão do feminino e o melhor colocado do masculino, com exceção da Argentina (já classificada), garantem vaga no torneio em Moscou.

As tupis permanecem invictas na competição continental. Na estreia contra o Peru, as brasileiras marcaram nove tries, fechando a partida em 55 a 0. No segundo confronto do dia, uma partida equilibrada entre Brasil e Argentina. Aos 6 minutos do segundo tempo, o marcador estava 17 a 12 para as brasileiras e um try de Baby Futuro acabou ampliando a vantagem da seleção nacional, que venceu por 24 a 12. Contra o Chile, as donas da casa impuseram seu ritmo, ganhando por 24 a 0.

“Todos os times estão evoluindo, mas nós continuamos respeitando muito os nossos adversários. Mudamos nosso plano de jogo, mas todas estão muito confiantes nesse novo sistema. Apesar das vitórias, o torneio está em aberto. Para nós, o próximo jogo é sempre o mais importante”, afirmou Julia Sardá, capitã do Brasil.
Com esses resultados, o Brasil está classificado para as semifinais de Ouro, e encara a Venezuela, às 12h20. Se vencer, decide o título com o vencedor de Uruguai e Argentina, que fazem a outra semifinal.

Seleção masculina depende de um jogo deste domingo – Na primeira partida do dia, os brasileiros superaram os guatemaltecos por 40 a 0. No segundo jogo, os tupis derrotaram os venezuelanos por 36 a 0. À tarde, diante dos teros uruguaios, a seleção verde amarela fez um primeiro tempo equilibrado, perdendo por 10 x 7, mas cometeu algumas falhas básicas no inicio do segundo tempo, causando uma derrota por 24 a 7. Para avançar à próxima fase, que contará com as quatro melhores seleções do torneio, a equipe nacional precisa vencer o Paraguai na última partida da fase de grupos, neste domingo, às 9h20.

“No geral, fizemos um bom trabalho, finalizamos muito bem nas duas primeiras partidas. Contra o Uruguai cometemos erros básicos que nos custaram a vitória. Precisamos manter mais a posse de bola para barrar o avanço dos adversários. Temos que usar melhor a bola para crescer dentro de campo”, comentou Dallas Seymour, treinador da Seleção Brasileira Masculina.

Outros destaques – No primeiro dia de competições da chave masculina, as equipes mais tradicionais confirmaram seu favoritismo. A Argentina, maior campeã da história do sul-americano (seis títulos), lidera o grupo B, com 9 pontos após três vitórias. No outro grupo, o Uruguai também terminou o dia na frente. Já o Chile, tem duas vitórias, contra Colômbia e Equador, e uma derrota para os pumas argentinos.

No feminino, as uruguaias também terminaram a primeira fase invictas. Venceram as colombianas, vice-campeãs em 2012, por 15 a 0, a Venezuela por 19 a 5, e o Paraguai por 30 a 0. As argentinas também tiveram um bom desempenho, superando Chile (19 a12) e Peru (52 a 0), perdendo apenas para o Brasil. Inclusive, as “pumitas” estão mais motivadas do que nunca, já que estão sendo treinadas por Santiago Gomez Cora. O novo comandante é o recordista em número de tries no Circuito Mundial de Rugby Sevens, com 230, e é o quinto maior pontuador de todos os tempos na modalidade.
“Neste Sul-Americano, vamos adaptar o sistema que usamos no masculino para o feminino. Elas precisamos ser mais agressivas dentro de campo, avançando mais ao receber a bola. O que mais me impressiona nelas é a vontade de aprender e crescer e isso certamente ajudará no seu desenvolvimento”, afirmou o treinador argentino.

Classificação

Chave masculina

Grupo A
1- Uruguai – 9 pontos
2- Brasil – 6 pontos
3- Paraguai – 6 pontos
4- Venezuela – 3 pontos
5- Guatemala – 0 ponto

Grupo B
1- Argentina – 9 pontos
2- Chile – 6 pontos
3- Peru – 3 pontos
4- Colômbia – 3 pontos
5- Equador – 0 ponto

Chave feminina

Grupo A
1- Brasil – 9 pontos
2- Argentina – 6 pontos
3- Chile – 3 pontos
4- Peru – 0 ponto
Grupo B1- Uruguai – 9 pontos
2- Venezuela – 4 pontos
3- Colômbia – 4 pontos
4- Paraguai – 0 ponto

Resultados

Chave masculina

Brasil 40 x 0 Guatemala
Paraguai 24 x 12 Venezuela
Peru 33 x 7 Equador
Chile 31 x 0 Colômbia
Brasil 36 x 5 Venezuela
Uruguai 27 x 0 Guatemala
Peru 15 x 19 Colômbia
Argentina 45 x 0 Equador
Uruguai 24 x 7 Brasil
Paraguai 41 x 5 Guatemala
Chile 34 x 0 Equador
Argentina 49 x 0 Peru
Venezuela 26 x 5 Guatemala
Uruguai 17 x 10 Paraguai
Argentina 24 x 7 Chile

Chave feminina
Brasil 55 x 0 Peru
Colômbia 22 x 0 Paraguai
Argentina 19 x 12 Chile
Uruguai 19 x 5 Venezuela
Brasil 24 x 12 Argentina
Colômbia 10 x 10 Venezuela
Chile 38 x 10 Peru
Uruguai 30 x 0 Paraguai
Brasil 24 x 0 Chile
Colômbia 0 x 15 Uruguai
Argentina 52 x 0 Peru
Venezuela 29 x 0 Paraguai

 

 

Fonte: http://goo.gl/BozUc

error: Content is protected !!