As melhores seleções de rugby do continente chegam ao Brasil para disputa do Rio Sevens‏

By
Updated: fevereiro 21, 2013

rio1

Os protagonistas do Rio Sevens – Campeonato Sul-Americano de rugby, que será disputado neste fim de semana (23 e 24), no Estádio do Flamengo na Gávea já estão a caminho da capital fluminense. As seleções, masculinas e femininas, de Argentina, Chile, Colômbia, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela desembarcam no Rio de Janeiro a partir desta quinta-feira (21) focadas no título continental e na classificação para a Copa do Mundo de Rugby Sevens (RWCS), marcada para junho na Rússia. A seleção da Guatemala chegou nesta quarta-feira (20) e o Equador só desembarca na sexta-feira (22).

Em 2012, os Teros uruguaios surpreenderam, vencendo a Argentina na final do torneio masculino e com isso se tornaram os adversários a serem batidos na temporada 2013. Os Pumas argentinos, que participaram recentemente do Circuito Mundial, farão de tudo para recuperar o primeiro lugar no continente. Os Condores chilenos chegam embalados após o título do Seven de Mar del Plata, enquanto os Jacarés do Paraguai, medalha de bronze no Seven de la Republica, esperam se manter entre as quatro forças do continente.

No feminino, com o título da Copa de Bronze do Sevens de Las Vegas, as argentinas prometem dar trabalho às brasileiras, octacampeãs continentais. Vice-campeã sul-americana em 2012, as colombianas chegam com uma equipe forte e entrosada. As uruguaias também esperam alcançar o sucesso da equipe masculina e atingindo um feito inédito.

Ação Social no Cantagalo – As Seleções Brasileiras de Rugby Sevens chegaram ao Rio de Janeiro nesta quarta-feira (20) e alguns jogadores foram à comunidade do morro do Cantagalo para participar de uma ação social. Trinta jovens do Projeto Criança Esperança se reuniram com outros 30 adolescentes integrantes do projeto “Rugby é nossa paixão”, na sede do Criança Esperança, para conhecer um pouco mais sobre a modalidade que estará presente nos Jogos Olímpicos do Rio/2016.

Para o professor e coordenador do projeto Criança Esperança, Antonio Carlos Fernandes Souza, essas oportunidades e novidades ajudam a abrir a cabeça da garotada. “É muito importante conhecer outros esportes e a Olimpíada de 2016 ajudou a possibilitar essa abertura. Hoje também foi o meu primeiro contato com o rugby e achei fantástico. O trabalho em equipe é uma das habilidades que desenvolvemos muito nos nossos projetos e o rugby mostrou-se ótimo para isso”, comentou.

Os jovens assistiram uma palestra sobre os valores da modalidade e depois participaram de uma atividade prática de tag rugby (rugby sem contato). Tiago Armando foi um dos destaques, respondendo algumas perguntas sobre o esporte e conseguindo marcar um try logo no primeiro contato com a bola oval. “Adorei. Quando chegar em casa vou pedir para minha mãe me inscrever. Se Deus quiser, vou entrar para algum time”, afirmou o adolescente de 13 anos, que recebeu uma mochila da Topper pelas suas habilidades.

Coletiva – Nesta quinta-feira (21), às 15h30, o Outback Downtown recebe a coletiva do Rio Sevens 2013. Técnicos e capitães das Seleções masculina e feminina do Brasil, além do presidente da CBRu, Sami Arap, estarão disponíveis para entrevistas. O Outback Downtown fica na Avenida das Américas, 500 – Bloco 07/loja 114, na Barra da Tijuca.

Treinos do Brasil na sexta-feira na Gávea – As Seleções masculina e feminina de rugby sevens do Brasil farão na sexta-feira (22), às 9 horas, o último treino antes da disputa do Rio Sevens – Campeonato Sul-Americano de Rugby. A atividade será no Estádio do Flamengo, na Gávea, palco do Rio Sevens. Após o treino, os jogadores irão atender a imprensa.

As demais seleções que participam da competição também irão treinar no campo da Gávea.

O Rio Sevens 2013 – O torneio contará com a participação 18 seleções, 10 masculinas e oito femininas. As seleções brasileiras buscam vagas na Copa do Mundo de Rugby Sevens (RWCS), marcada para junho, em Moscou (Rússia). A Seleção Brasileira feminina já esteve presente no último Mundial, disputado em Dubai em 2009, conseguindo ficar no top-10 mundial. A equipe masculina espera confirmar o bom momento e alcançar o feito inédito.

As partidas começam às 9h nos dois dias, com encerramento previsto para as 18h20 do sábado e 16h40 do domingo. A entrada para assistir os jogos é gratuita. Com isso, as seleções brasileiras esperam lotar as arquibancadas e contam com apoio da torcida.

Desafio Topper agita a torcida no Sul-Americano – A Topper, patrocinadora oficial da Confederação Brasileira de Rugby (CBRu), marcará presença durante toda a competição, com diversas ações para os fãs do esporte. No Desafio Topper, cinco torcedores terão a oportunidade de chutar a bola da linha dos 22 metros e quem completar o desafio ganhará produtos da marca. Fernando Meligeni, ex-tenista e entusiasta do rugby, marcará presença no estádio para interagir com o público neste desafio. Além disso, uma bola gigante da Topper estará dentro do gramado durante a competição.

O Rio Sevens de Rugby é uma realização da Confederação Brasileira de Rugby (CBRu) junto com a Confederação Sul-Americana de Rugby (CONSUR) e o International Rugby Board (IRB), com patrocínio de Topper, Bradesco, Heineken, Cosan, Outback, Jac Motors e Brookfield.

Credenciamento – Os veículos interessados em cobrir o campeonato devem enviar o nome e função do profissional e o nome do veículo até esta quinta-feira (21).

A Confederação Brasileira de Rugby (CBRu) possui patrocinadores de relevância no País: Topper, Bradesco, Heineken, JAC Motors, Deloitte, BR Properties, Probiótica e Brookfield Incorporações. Também conta com parcerias pontuais de CREMER, Companhia Athletica, Travel Ace, Fortify, Outback e Cosan. Ademais, a CBRu realiza projetos de desenvolvimento de rugby via Lei de Incentivo ao Esporte com apoio do Grupo CCR, bem como uma competição nacional de verão e de inverno para clubes masculinos e femininos e seleções infanto-juvenis com patrocínio da Cultura Inglesa. O rugby é o segundo esporte mais praticado no mundo, têm 5 milhões de jogadores e está presente em 120 países. No Brasil, são mais de 100 mil seguidores, mais de 200 agremiações esportivas e 10 mil atletas registrados, números que, somados à volta da modalidade ao programa olímpico nos Jogos do Rio 2016, fizeram a International Rugby Board (Federação Internacional de Rugby) eleger o Brasil como prioridade estratégica de investimento.

 

Fonte : http://esporte.surgiu.com.br/

error: Content is protected !!